Uma dose para três - O final parte I

- Fico feliz que tenha gostado.

- E resolveu me convidar para subir hoje por qual razão?

- Pra gente conversar sobre toda aquela situação de hoje, não quero você ou o Derik brigando, gosto muito dos dois, não quero que isso seja um motivo de briga, me entende? - Olhei profundamente em seus olhos.

- Ju, se dependesse de mim eu não arranjaria briga, muito pelo contrário, quero ficar quieto no meu canto. Não sou desses que parte para a agressão física, mas como você pode ver hoje o Derik aparentemente é. - Ele estava muito calmo.

- Eu sei, ele é bem estourado. Já tentei falar como ele sobre isso mas infelizmente ele nunca me escutou.

- Eu te entendo, mas a única pessoa que pode dar um basta nisso é você, afinal, o ele é seu amigo, não meu, então você tem que ter uma conversa aberta e sincera com ele.

Jonathan estava certo, eu tinha que dar um basta naquilo, na verdade eu já tinha tentado várias vezes dizendo que eu apenas possuía um sentimento de amizade por ele, mas pelo jeito nenhuma destas minhas conversas havia levado a nada, ele nunca me escutava, ou se recusava a escutar. Eu já não sabia o que fazer, mas teria que pensar em algo, e rápido.

- É eu sei, mas preciso descobrir um jeito de abordar o assunto com calma, sem ser grossa demais, ou calma demais, preciso que ele entenda.

- Claro, já está mais do que na hora desse moleque entender que você é minha agora, e nada do que ele falar irá mudar isto. - Ele estava olhando dentro de meus olhos.

Eu não pude acreditar nas palavras que acabara de ouvir da boca da pessoa que eu estava apaixonada, eu era realmente dele e de mais ninguém. Finalmente eu podia me dar ao luxo de uma paixão, quem sabe um amor, mas eu tinha que saber até onde ele estava disposto a ir com isso e, por enquanto eu não tinha como saber se era apenas um "namoro passa tempo" ou se ele estava querendo algo sério. Infelizmente não havia como perguntar isso para ele, a única coisa que eu podia fazer era deixar o tempo agir. 



Como eu não sabia o que responder apenas abaixei a cabeça e  fiquei esperando alguma reação que quebrasse aquele silêncio… Jonathan pegou meu queixo em suas mãos e levou meu rosto para perto do dele, o frio em minha barriga foi imediato e não parou até nossos lábios se unirem finalmente, o beijo de Jonathan era uma das melhores sensações que eu já havia experimentado.

Senti que as coisas foram ficando intensas rápido demais e eu não queria isto agora, muito cedo e era tudo muito novo. Eu não queria ser "fácil" para ele e nem queria deixá-lo me levar pelo calor do momento. Mas vou confessar que.. que... 

Quase que me rendendo mas consegui pará-lo a tempo. Me afastei e levantei sem dizer uma palavra, corri pra cozinha, tomei um copo d'água e respirei, eu não estava preparada para ficar sozinha com ele... Necessitava que ele fosse embora, antes que fosse tarde demais, antes que eu me rendesse.

- Julia, porque você fez isso?

- Isso o que? - Me fiz de desentendida.

- Parou nosso beijo e saiu correndo pra cozinha. O que eu fiz de errado? - Ele estava bravo.

- Eu já disse que não quero acelerar as coisas entre nós Jonathan, você sabe disso!

- Nós somos adultos meu amor, e além do mais não vou ficar brincando de casinha com você por muito tempo!

2 comentários :

  1. Li todos os capítulos e estou apaixonada pela historia, estou louco pra saber os próximos acontecimentos *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então corre que o ultimo capítulo já ta no ar!

      Excluir

Dê sua opinião aqui! Estamos louca pra saber o que achou da postagem! E ah, obrigada por comentar <3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...